Hugo Mayer analisa nível do Jiu-Jitsu atual: “Os atletas estão se nivelando”

Lutador está focado na disputa do Rio Open, que acontece nesse mês de junho

Faixa-preta condecorado pela Soul Fighters, uma das mais conceituadas equipes de Jiu-Jitsu do Brasil e dos EUA, Hugo Mayer se prepara para a disputa de mais um grande torneio na carreira. Natural do Rio de Janeiro, o lutador vai em busca da conquista do Rio International Open, evento organizado pela CBJJ (Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu) que acontece entre os dias 15 e 16 desse mês:

— Eu sempre vou para as competições pensando em ser campeão. Para o Rio Open espero a mesma coisa. Estou em um processo de perda de peso pra voltar a lutar no peso-pena em 2020, então sei que vou conseguir me alimentar bem no dia e chegar tranquilo pra lutar no peso leve — declarou Hugo ao ser questionado sobre a expectativa para o torneio.

Hugo Mayer não conseguiu o resultado esperado no Campeonato Brasileiro, porém tem alcançado bons resultados nos estaduais que disputou esse ano pela FJJD Rio (Federação de Jiu-Jitsu Desportivo do Rio de Janeiro). Nos grandes torneios da IBJJF desse ano, muitas surpresas acabaram aparecendo despontando grandes nomes da arte suave, o que só mostra o quanto a modalidade vem crescendo e o seu nível de competição aumentando:

— Vejo que o nível do Jiu-Jitsu nos campeonatos tem aumentado demais e os atletas estão se nivelando. Tem muitos estilos diferentes e muitas vezes fica difícil prever quem pode se consagrar em cada categoria. Para esse mundial eu errei mais do que acertei nos meus palpites sobre os campeões.

Hugo é faixa-preta de Marcos Carvalho, e ex-aluno de Bruno “Tank” Mendes, um dos fundadores da Soul Fighters. Conquista mais recente do carioca, o atleta garantiu o segundo lugar no absoluto e terceiro no peso pela quarta etapa do ranking da FJJD Rio de 2019. Focado na sua preparação para os torneios que ainda estão por vir esse ano, Hugo ainda ajuda a namorada, Patrícia Marca a garantir pódios por onde passa. A faixa-azul garantiu o duplo ouro no Rio Fall desse ano, e vem somando conquistas, fato que só orgulha o namorado e companheiro de treinos:

— Vou continuar dando um pouco mais de foco à minha namorada que está ganhando praticamente tudo esse ano de azul. Vamos ver se ela consegue a passagem para o Grand Slam de Los Angeles ano que vem pela FJJD Rio. Já sobre mim, espero continuar subindo degrau por degrau na minha preparação e nos treinos pra estar sempre lutando pelo primeiro lugar nas competições. Iniciei um trabalho no ano passado e estou começando a colher alguns frutos agora, mas a caminhada é longa. Esse ano vou continuar lutando só pelos eventos da FJJD Rio e CBJJ — finalizou o faixa-preta de 31 anos.

Sediado na Arena da Juventude, no Parque Olímpico de Deodoro, o Rio Open desse ano deve reunir grandes nomes da arte suave no Brasil.


Crédito foto: Camila Nobre / Focados no Tatame

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *