Faixa-marrom, Willian Salvino fala sobre experiência nos EUA

Paraibano tem conquistado inúmeros títulos no cenário norte-americano da modalidade

Aos 26 anos, Willian Salvino surge como uma das maiores promessas do Jiu-Jitsu brasileiro na faixa-marrom. Atleta da Ares BJJ, equipe reconhecida tanto no Brasil, quanto nos EUA pelos renomados atletas. Willian pode se orgulhar da medalha de ouro que faturou no American Cup em 2019, além das conquistas das medalhas de prata que garantiu no San José Open e no Pan Jiu-Jitsu. Questionado se possuí alguma inspiração na modalidade, Willian destacou que possuí admiração por alguns atletas de respeito, porém acredita que apenas o seu esforça o possa fazer merecedor das conquistas que tem alcançado na carreira:

— Não tenho muito isso de inspiração junto comigo, procuro me inspirar em mim mesmo, porque sei que tudo só depende do meu esforço! O que tenho pelos outros é admiração pelo trabalho deles, isso tenho muito por muitos atletas.

Devido aos grandes resultados que alcançou ultimamente, Salvino está atualmente classificado entre os 60 melhores faixas-marrom de Jiu-Jitsu do mundial segundo o conceituado Ranking da IBJJF. Além dos títulos já citados, Willian ainda acumula o primeiro lugar do LA Pro e do Portland Open. O paraibano ainda faturou o lugar mais alto do pódio pelo Mundial No Gi da CBJJE. Evoluindo a cada dia, Willian já está há um tempo nos EUA, país no qual tem tirado o máximo proveito e evoluindo bastante como profissional:

— Faz aproximadamente 1 ano que vivo essa experiência de estar competindo nos EUA. Essa etapa já me rendeu muitos campeonatos, tenho evoluído bastante, tanto como atleta, quanto como pessoa — finalizou o atleta natural de Cachoeira de Índios, Paraíba.

Willian disputou recentemente o Mundial da Califórnia, além de ter sido convidado para participar F2W, um dos maiores eventos de Submission da América do Norte. O lutador continua firme nos treinos, de olho em manter a fase vitoriosa tanto nos torneios da IBJJF, quanto nos organizados pelo BJJ Tour.


Crédito foto: Arquivo pessoal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *