Mestre “Borracha” aponta João Oliveira com potencial para lutar no UFC: “É questão de tempo”

Irmão e treinador de Paulo Borrachinha rasgou elogios ao pupilo

Tido como uma das maiores promessas de Minas Gerais nas artes marciais mistas, João Oliveira, ou simplesmente “The Diamond” como também é conhecido tem dado o que falar no circuito nacional da modalidade. Pupilo de Carlos “Borracha”, irmão mais velho e responsável por lapidar ninguém menos do que Paulo Borrachinha, o mestre falou sobre o momento em que conheceu e viu o extremo potencial de João Oliveira para o esporte:

— Conheci o João quando ele tinha 14 anos de idade em um projeto social onde eu ministrava aulas para crianças carentes da região. O João foi uma das crianças que se destacou no projeto e logo começou a se destacar entre os colegas. Quando o projeto acabou eu tentei trazer 5 crianças para minha academia e das 5 apenas o João quis continuar se dedicando as lutas — declarou Carlos “Borracha”.

Desde que começou nas artes marciais mistas, João Oliveira se apaixonou pela modalidade no qual quis levar como profissão na vida adulta. Há 9 anos com o treinador desde que foi descoberto em um projeto social do seu bairro, o atleta se aperfeiçoou no Jiu-Jitsu, uma de suas principais armas no cage atualmente. Questionado sobre a importância que o mestre tem em sua vida, João falou sobre a relação que tem com o treinador/amigo:

— Tenho uma relação muito boa com ele de amizade e respeito, consigo separar muito bem essa relação de amigo e aluno e assim as coisas fluem naturalmente. Sem dúvidas ele foi e é um cara muito importante na minha vida, por ele ter acreditado em mim lá no começo hoje já tenho uma profissão, tenho um plano de carreira e juntos vamos conquistar muitas coisas ainda — destacou João Oliveira.

Atuando tanto na categoria dos galos, quanto dos penas, o atleta de apenas 22 anos soma um cartel onde ostenta 7 vitórias e apenas 3 derrotas na promissora carreira como lutador profissional. Atleta da Borracha Team, o lutador fez duas lutas em 2019, onde venceu de maneira impressionante Robert Petter pelo X1 Kombat, mas acabou sofrendo um revés em combate equilibrado que foi parar na decisão dos árbitros laterais no Jungle Fight. Com 3 vitórias conquistadas em suas últimas 4 lutas, João Oliveira foi apontado pelo mestre como um potencial atleta do Ultimate, evento de MMA onde todos os atletas da modalidade buscam uma chance:

— O João é um jovem com um futuro promissor, tem evoluído muito e acredito que com muito trabalho, dedicação e empenho chegaremos ao maior evento de MMA do mundo. É questão de tempo — finalizou o mestre “Borracha”.

 

Próximo desafio de João Oliveira, o atleta se prepara para lutar no Jungle Fight 101, evento que acontece no dia primeiro 31 de janeiro em Contagem-MG. O mineiro ainda não tem adversário definido para a edição do evento que mais uma vez conta com transmissão do DAZN para o Brasil e diversos países.


Crédito foto: Arquivo pessoal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *